quarta-feira, 26 de junho de 2013

O erro que valeu a pena errar.




               No dia que nos beijamos pela primeira vez , eu já poderia te escrito um texto pra ti , mas não escrevi.

Você por vezes me questionou o porque que eu só escrevia sobre tristeza e decepções, a real é que descrevo as dores de um coração e quase sempre o meu.

Sabe , eu poderia ter escrito um texto sobre a noite que dormimos juntos , ou aquela vez que passamos a tarde agarradinhos... Mas não escrevi pois eu queria mais , queria que esse sonho fosse eterno , você disse que independente do que acontecesse o nosso sentimento não iria mudar , mas como iria da certo , se tudo começou com um erro , um erro que eu não me arrependo , um erro que eu erraria quantas vezes fosse preciso , só pra ver seu sorriso denovo e aquele jeitinho que só você tem , na verdade você foi o meu erro que mais valeu a pena , o erro que eu sempre vou querer errar.

Você mesmo longe se tornou uma das pessoas mais importantes da minha vida.
Tudo estava indo bem , até o momento que o erro deixou de ser erro e o casual deixou de ser casual , foi o ciúme , a cobrança , o medo ?

Eu só sei que como mágica você sumiu diante dos meus olhos , você me deixou , me deixou como se nada importasse , e se foi sem nem olhar pra trás.

A tua ausência me fez perceber que você sempre mereceu um texto meu , mas só agora eu achei que devia escrever , pois só agora você fez meu coração doer. Depois de tantos pedidos seus para que eu escrevesse um texto pra você , aqui está. Só escrevi porque você deixou de ser real pra mim , passando a ser mais uma triste ilusão , você passou a ser lembrança , a ser saudade , passou a ser passado , será aquela que eu sempre irei lembrar , aquela que me fez feliz , aquela que vê em mim  mas do que eu pareço ser , você sempre será muito importante pra mim , mesmo que um dia eu não seja mais nada pra você.



Poor: Dekoloko'

Um comentário:

  1. Blog encantador,gostei do que vi e li,e desde já lhe dou os parabéns, também agradeço por partilhar o seu saber, se desejar visitar o Peregrino E Servo, ficarei também radiante
    e se desejar seguir faça-o de maneira que possa encontrar o seu blog, porque irei seguir também o seu blog.
    Deixo os meus cumprimentos, e muita paz.
    Sou António Batalha.

    ResponderExcluir